terça-feira, 30 de abril de 2019

MAIA ENFRENTA BOLSONARO “Palavra final é do CONGRESSO”


No Twitter, presidente da Câmara cita Constituição e ressalta que Planalto precisa de autorização do Congresso para declarar guerra a outro país

 O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia , rebateu declaração feita pelo presidente Jair Bolsonaro de que uma eventual intervenção na Venezuela pelo Brasil será decidida "exclusivamente" por ele, sem considerar posição do Congresso Nacional, que precisa autorizar medidas armadas contra outro país.

"Em relação ao tuíte do presidente Jair Bolsonaro sobre a situação da Venezuela, é importante lembrar que os artigos. 49, II c/c art. 84, XIX; c/c art. 137, II da Constituição Federal precisam ser respeitados", postou Maia no Twitter. "E eles determinam que é competência exclusiva do Congresso Nacional autorizar uma declaração de guerra pelo Presidente da República", completou, em referência aos artigos. 

2 comentários:

  1. Palavra Final kkkkkkkkkkkkkkk Tão " cagando nas Carças " de medo de Nicolás Maduro , esse Brasilzinho tem que se por no seu lugar de Fraquinho , vivem nas sombras dos Americanos , sem eles essa Republiqueta já era , não conseguem mais andar com suas próprias pernas , Parasitas Salteadores do dinheiro do Povo contribuinte , só isso que são , se o Povo souber a Força que tem , já teria derrubado esses bandidos há tempo . Lula Livre - Moro na Papuda ! 👉💩💩💩💩💩👈

    ResponderExcluir