terça-feira, 26 de novembro de 2019

VAZA ÁUDIO DE PROCURADOR; ÍNDIO FOI ESCRAVO POIS NÃO GOSTAVA DE TRABALHAR

'Escravidão, aqui no Brasil, foi porque o índio não gosta de trabalhar, até hoje', diz Procurador

Em áudio vazado, procurador Ricardo Albuquerque diz não acreditar que há dívida para reparar com a população quilombola, já que 'nenhum de nós tem navio negreiro'. Ele,  é ouvidor-geral do MPPA .

Um procurador de Justiça do MPPA (Ministério Público do Pará) afirmou em palestra nesta terça-feira (26) que a escravidão de negros no Brasil ocorreu porque "o índio não gosta de trabalhar".
OUÇA

"Esse problema da escravidão aqui no Brasil foi porque o índio não gosta de trabalhar, até hoje", afirmou o procurador Ricardo Albuquerque da Silva em uma apresentação a alunos de uma universidade do Pará que visitavam a sede do MPPA. Ele também é ouvidor-geral do órgão.

"O índio preferia morrer do que cavar mina, do que plantar para os portugueses. E foi por causa disso que eles [colonizadores portugueses] foram buscar pessoas nas tribos lá na África para vir substituir a mão de obra do índio aqui no Brasil."

Confira o áudio abaixo:

2 comentários: