segunda-feira, 30 de março de 2020

Vídeo:Líder religioso morre após infectar mais de 15 mil fiéis


NOVA DÉLHI: Pelo menos 15.000 pessoas pegaram o coronavírus de um guru, e estão sob quarentena rigorosa no norte da Índia depois que o líder religioso sikh morreu de Covid-19.

Baldev Singh, 70 anos, havia retornado de uma viagem à Itália e à Alemanha assoladas por vírus quando foi pregar em mais de uma dúzia de aldeias no estado de Punjab.


As notícias de suas atividades desencadearam um dos alertas mais graves da Índia, relacionados à pandemia e a entrega de alimentos especiais estão sendo feitos a cada família sob restrições ainda mais severas do que a ordem de 21 dias em que o país fica em casa, imposto pelo governo.

“A primeira dessas 15 aldeias foi fechada em 18 de março e acreditamos que haja entre 15.000 e 20.000 pessoas nas aldeias fechadas”, disse Gaurav Jain, magistrado sênior do distrito de Banga, onde Singh morava.


“Existem equipes médicas em espera e monitoração regular”, disse ele à AFP.

Dezenove pessoas que entraram em contato com o pastor já morreram, disse Vinay Bublani, um subcomissário da polícia local.

O caso surpreendeu a Índia e inspirou um popular cantor de Punjabi, baseado no Canadá, Sidhu Moose Wala, a lançar uma música que foi vista no YouTube mais de 2,3 milhões de vezes em menos de dois dias.

Vídeo:
Sidhu Moose Wala Presents "GWACHEYA GURBAKASH"
Dedicated to Punjab Police.

Nenhum comentário:

Postar um comentário