domingo, 28 de junho de 2020

VÍDEO; SECRETÁRIO DA CULTURA CHAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL DE ESMOLA

“artista não quer esmola” diz o boy da malhação sobre o  auxílio emergencial

Secretário especial de Cultura, o ator Mário Frias afirmou neste sábado (27) que artista “não quer esmola”, em referência ao auxílio emergencial de R$ 600 aprovado para a categoria pelo Congresso

Secretário especial de Cultura, o ator Mário Frias afirmou neste sábado (27) que artista “não quer esmola”, em referência ao auxílio emergencial de R$ 600 aprovado para a categoria pelo Congresso. Segundo ele, “a responsabilidade de sustentar a classe artística está na mão dos governadores”.

“O presidente [Jair Bolsonaro] tem falado que tem que ter responsabilidade na hora de abrir [a economia]. Artista não quer esmola. A maioria que eu vejo diz: ‘Me deixa trabalhar’. Não quer auxílio”, afirmou em entrevista ao canal do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no Youtube.

Frias citou o cinema como exemplo “da ponta que está quebrada”. “Como está o cara que tem uma sala de cinema? Não é só cultura, é a economia de muitas cidades, o turismo.”

Ele tentou definir o conceito de cultura que vai permear sua gestão. “Cultura não é o que você decide nem o que está escrito nos livros. É a capacidade que você tem de lidar com todo o meio ambiente, com as situações que você enfrenta. Ou você vai achar que sua cultura é igual à do ribeirinho?”

Assista: