sexta-feira, 23 de abril de 2021

FIM DO MUNDO? Após festa do Ramadã, Índia tem 300 mil casos de Covid em um dia


A Índia enfrenta a segunda onda de Covid-19 e registrou 315.000 novos casos da doença somente nas 24 horas desta quarta-feira (21), um recorde mundial. Uma das razões do número alto de casos pode ser a nova variante do vírus Sars-CoV-2 presente no país. Chamada de B.1.617, mais conhecida como variante da Índia, ela também foi detectada em regiões da Europa, na Austrália, África e Estados Unidos.

 Milhões de muçulmanos celebraram o primeiro dia do Ramadã em festas noturnas com amigos e familiares.  Em Haridwar, uma cidade-templo que este ano sedia o Kumbh Mela, um festival hindu intermitente que é o maior encontro religioso do mundo, a cada 3 pessoas que festejaram, 2 estão com covid.

  E em todo o país, o número de pessoas testando positivo para covid-19 estão astronômicos

315.000 apenas uma semana depois das festas - o número diário mais alto em qualquer país em qualquer durante a pandemia.

 As mortes, também, estão começando a aumentar, e as suspeitas abundam de que o terrível número oficial é em si uma subestimação maciça. Piras improvisadas estão sendo construídas em calçadas fora de crematórios para lidar com o fluxo de corpos.

Em Nova Delhi, uma cerimônia de cremação em massa chegou a ser registrada nesta quinta para tentar dar conta do alto número de mortos por complicações da Covid-19 no país. A cremação é a prática mais comum nos funerais indianos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário