sábado, 11 de abril de 2020

Cientistas :Krakatoa pode acordar vulcões na Islândia,e causar uma catástrofe

 
Krakatoa pode acelerar a atividade vulcânica de Reykjanes na Islândia e causar uma catástrofe ,dizem Cientistas

O vulcão Anak Krakatoa, na Indonésia, entrou em erupção essa noite, causando a erupção de mais 6 vulcões, e movimentando outros 15 pelo mundo ,que podem explodir a qualquer momento.
Os mais reportados pela imprensa internacional até o momento, são o Popocatepetl no México, o vulcão Fuego na Guatemala e a temida península vulcânica de Reykjanes na Islândia.
O monitoramento via satélite detectou cinzas e fumaça a 15 km de altura, e cientistas alertam para o perigo do Krakatoa acelerar a erupção da região vulcânica da Islândia ,que ficará ativa "por várias gerações"

ATIVIDADE VULCÂNICA APÓS ERUPÇÃO DO KRAKATOA

Região vulcânica volta a atividade após 800 anos adormecida

Segundo o The Guardian e outros grandes jornais pelo mundo, a partir de 21 de janeiro, a região da península sofreu mais de 8.000 terremotos devido ao deslocamento do magma sob o solo sob o sistema vulcânico.


Sigríður Magnea Óskarsdóttir, especialista em riscos naturais da OMI, disse a inews que atualmente a atividade vulcânica é "incomum".


"Houve erupções na península de Reykjanes há 800 anos, mas em nossas pesquisas, o que estamos experimentando é muito incomum", disse ele.

Em entrevista ao The Guardian ,o vulcanologista da Universidade de Lancaster, Dave McGarvie ,disse que o Anak Krakatoa pode despertar a península de Reykjanes, a sudoeste da capital da Islândia.

Reykjavik, sofreu mais de 8.000 terremotos e cerca de 10 cm de elevação de terra devido a invasões de magma no subsolo desde 21 de janeiro de 2020 .


O último período ativo da península de Reykjanes começou no século 10 e durou 300 anos.
A atividade vulcânica está aumentando na que não entra em erupção há 800 anos, com cientistas alertando que isso poderá causar perturbações nos próximos séculos.

"Parece que, depois de ficar relativamente inativa por muitos séculos, esta região está acordando", disse Dave McGarvie 

Situada perto da cidade de Grindavík e a apenas 15 km do aeroporto internacional da Islândia, a região entrou em erupção há cerca de 800 anos.
As evidências geológicas mostram que a área é alimentada por cinco sistemas vulcânicos, que parecem ganhar vida de maneira coordenada aproximadamente a cada 1.000 anos.

O último período de atividade vulcânica na península começou no século 10 e continuou até o século 13.
Ao contrário dos vulcões típicos, os islandeses tendem a acordar por alguns anos e depois adormecem, a região fica intermitente por até 300 anos, produzindo episódios eruptivos (conhecidos localmente como “incêndios”) que duram algumas décadas.

As rachaduras longas e finas conhecidas como fissuras se estendem até 8 km, produzindo fontes de lava, geralmente sem grandes quantidades de cinzas ou atividade explosiva.
Os “incêndios” mais recentes ocorreram entre 1210 e 1240 e cobriram cerca de 50 km² de terra com pura lava.

Ocorreram pelo menos seis erupções separadas, cada uma com duração de semanas a meses, intercaladas com intervalos de até 12 anos sem atividade. Fragmentos e partículas de rochas vulcânicas foram carregados dezenas de quilômetros pelo vento e fontes escritas relatam a queda de rochas causando problemas para o gado na área.

Se uma série de erupções ocorrer, o Iceland GeoSurvey calcula que as pistas do aeroporto de Keflavík poderiam ser revestidas com 2 cm de cinza, interrompendo temporariamente todos os voos.


"O pior cenário é se a lava fluir para a cidade de Grindavík", disse Kristín Jónsdóttir, do Serviço Meteorológico da Islândia. “Também há outras infraestruturas importantes nas proximidades, incluindo uma usina geotérmica.
O fornecimento de água quente e fria pode estar em risco, juntamente com as estradas, incluindo a estrada entre Reykjavík e o aeroporto de Keflavík. ”

"As pessoas na península de Reykjanes e seus descendentes por várias gerações podem ter que estar em guarda e prontos para evacuar ", disse McGarvie.


3 comentários:

  1. Se tem ou não qualquer que seja a relação no todo,Eu senti alguns tremores aqui na região de Perúibe,começo de Abril,por volta do dia 05/04 ,logo pela manhã do referido dia,inclusive em dias anteriores ,também ,final de Março !!(Foi bem cedinho,Eu ainda estava deitado!!)

    ResponderExcluir
  2. Antônio! Provavelmente, não tem relação. A placa tectônica que o Brasil faz parte, apresenta movimentação completamente diferente das placas que contém
    Vulcões ativos ou próximos de se reativarem novamente. É uma questão de tensão mesmo. A placa sul americana distensiona, oposto das outras. O tremores que ocorrem são reflexos de tensões do lado oposto(costa Pacífico), ou ainda acomodações de camadas causadas pela extração de óleo, gás oi ainda água subterrânea. Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Penso que são sinais da vinda tão esperada de NOSSO Jesus Cristo. DEUS tem sempre seu tempo para agir contra os males deste mundo. É sua criação e Ele não vai perdoar está geração maligna.abc

    ResponderExcluir